Vereadora destaca ações do seu mandato e critica prefeito por vetar projeto que garante diagnóstico e tratamento da trombofilia

Na tribuna, Raíssa Lacerda (PSD) também revelou o destino de suas Emendas Impositivas para o orçamento de 2019

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) também ocupou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), nesta quarta-feira (26), para prestar contas de algumas ações do seu mandato e reclamar do veto do prefeito Luciano Cartaxo ao Projeto de Lei Ordinária (PLO), de sua autoria, que garante a prevenção, diagnóstico e o tratamento para a trombofilia nas mulheres em gestação.

Ela destacou algumas emendas impositivas, colocadas no orçamento anual de 2019, para os Hospitais Laureano (R$ 100 mil); São Vicente de Paula (R$ 100 mil); Padre Zé (R$ 50 mil); o Instituto Felipe Kumamoto (Memorial São Francisco), de R$ 150 mil; a Casa da Criança com Câncer (R$ 100 mil); além da Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes (Aspan), no valor de R$ 64 mil.

Raíssa lembrou da época em que o prefeito não concordou com as Emendas Impositivas e questionou o por quê dessas emendas ainda não terem chegado aos seus destinos, mesmo sendo regidas por lei. “Quando nós elaboramos as leis, isso é feito com nossa assessoria jurídica”, afirmou.

A parlamentar contou que seu projeto de lei, aprovado pela Casa, sobre a trombofilia teve uma repercussão positiva no âmbito estadual e nacional.

No seu pronunciamento, ela lamentou que o prefeito tenha passado do prazo, que era até o dia 19, para sancionar o projeto e ainda tenha encaminhado à Casa um veto à matéria, retroativo a essa data.

Raíssa Lacerda admitiu que vai propor uma audiência pública assim que os trabalhos legislativos do próximo ano tiverem início para debater, com autoridades da saúde, o tema e tentar derrubar o veto do Executivo.

Vereadores aparteiam discurso

Os vereadores Leo Bezerra (PSB), líder da oposição, e Humberto Pontes (Avante), apartearam o pronunciamento de Raíssa. Leo disse que o projeto da colega obteve o reconhecimento no Estado e no País. Ele destacou que vários especialistas de renome não parabenizaram apenas a vereadora pela inciativa, mas a Câmara Municipal de João Pessoa, de um modo geral. Pontes classificou Raíssa como sendo uma guerreira e uma mulher autêntica.

Tags: , , , , , , , , , , .

Notícias Relacionadas

Mesa Diretora da CMJP visita Tribunal de Contas do Estado
Vereadores se reuniram com o presidente eleito do TCE-PB, conselheiro Arnóbio Alves Viana, e conversaram sobre a relação entre os órgãos e possíveis parcerias
Mesa Diretora da CMJP visita prefeito e reforça harmonia entre os poderes
Construção da nova sede da Câmara de JP e relacionamento entre os Poderes Legislativo e Executivo municipais estiveram em pauta
Câmara de JP empossa nova Mesa Diretora para o biênio 2019-2020
O novo presidente, vereador João Corujinha (DC), afirmou que fará uma gestão “onde a coletividade será primordial”
Câmara de JP aprova Orçamento de 2019 no valor de R$ 2,7 bilhões
A LOA de 2019 contempla 285 Emendas Impositivas, o correspondente ao valor de R$ 21,4 milhões, dos quais, pelo menos 50%, por lei, será para investimentos na área de Saúde.