Câmara de João Pessoa se une ao MP e à CGU na realização do HackFest/Virada Legislativa

Maratona tecnológica acontece de 16 a 19 de agosto na Estação Cabo Branco com o objetivo de estimular a população a encontrar maneiras de auxiliar a criação de leis e a transparência da produção legislativa

Por André Cananéa

Fotos Olenildo Nascimento

18/07/2018

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) se tornou parceira do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e da Controladoria-Geral da União (CGU) na realização do ‘HackFest Contra a Corrupção’, que este ano passa a se chamar ‘HackFest + Virada Legislativa: Por Uma Sociedade Politicamente Participativa’. Nesta nova edição, além da já conhecida maratona tecnológica, o evento contará com técnicos do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS-Rio) que, mais uma vez, estarão à frente da ‘Virada Legislativa’, que passa a integrar o HackFest. “João Pessoa foi a primeira cidade do país a ter uma Virada Legislativa, uma iniciativa vitoriosa da Câmara em parceria com o ITS-Rio e com a utilização do aplicativo 'Mudamos'. Então é muito importante que um evento consolidado como o HackFest receba esse projeto, em que cidadãos, vereadores e servidores da Casa Napoleão Laureano se unem para construir maneiras de auxiliar a criação de leis e a transparência da produção legislativa”, declarou o presidente da CMJP, vereador Marcos Vinícius (PSDB). O evento, que estimula a discussão e a produção de ferramentas tecnológicas (aplicativos, sites etc.) para que sejam aliadas na interação da sociedade com a gestão pública, acontece de 16 a 19 de agosto na Estação Cabo Branco - Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano Cabo Branco, é aberto a toda população. DSC_6538 Nesta quarta-feira (18), vereadores e servidores da Casa Napoleão Laureano lotados nos setores Legislativo, Comunicação e Tecnologia da Informação se reuniram para traçar ideias que deverão ser propostas aos inscritos no evento, os chamados ‘maratonistas’. “O objetivo desse encontro é propor desafios aos maratonistas”, resumiu o secretário de comunicação da CMJP, jornalista Janildo Silva. “Com a presença de parlamentares e de assessores legislativos, estamos discutindo, dentro da legislação vigente, até onde os inscritos podem ir e como deverão proceder para que suas iniciativas tenham efeito prático na sociedade”, detalhou. O vereador Thiago Lucena (PMN), um dos participantes da reunião, acredita que a Câmara Municipal de João Pessoa deverá passar a disponibilizar, em código-fonte, os dados da produção legislativa da Casa. "A abertura dos dados do nosso sistema legislativo vai permitir que a população possa participar, ativamente, da fiscalização e do acompanhamento da nossa produção legislativa, e ainda propor soluções que venham a dar transparência e otimizar a gestão processual". Sobre o evento Além de estudantes e profissionais na área de tecnologia, o HackFest/Virada Legislativa deverá reunir, também, pessoas ligadas ao mundo do Direito e de áreas afins, que tenham por objetivo criar soluções que tenham impacto positivo na sociedade. O evento contará com oficinas e palestras e além de técnicos do ITS-Rio, terá a participação do pessoal ligado ao Laboratório Brasileiro de Cultura Digital (LabHacker) da Câmara Federal e um grupo do Senado Federal especializado na linguagem de programação conhecida como Python. Entre os palestrantes já confirmados estão o fundador da ONG Contas Abertas, Gil Castelo Branco, e o procurador da República e integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato, Roberson Pozzobon. A programação completa será divulgada nos próximos dias, juntamente com os links para inscrições na maratona hacker e nas palestras. Além da CMJP, MPPB e CGU, o evento também é uma realização do Tribunal de Contas da União, Prefeitura de João Pessoa e Laboratório Analytics. Conta, ainda, com o apoio de vários parceiros, como Ibis, Atricon, MPF, Aspol, ANTC, AMPB, Funifier, Polícia Federal, Instituto dos Auditores Internos, AMPB, CGE, TCE, UFPB, Castanhola, Transparency International, Contas Abertas, Anid, Data Robot, Five ACTS, Receita Federal, SindContas e Unipê.

Notícias Relacionadas

Comissão de Políticas públicas aprecia duas Medidas Provisórias e 20 Projetos de Lei
Durante reunião realizada nesta segunda-feira (17), as matérias foram analisadas, discutidas e tiveram seus pareceres votados pelos membros da Comissão
LDO para 2020 recebe parecer favorável da Comissão de Finanças e Orçamento
Os parlamentares ainda aprovaram os pareceres favoráveis de mais cinco projetos de lei do Executivo Municipal e outro de autoria da Mesa Diretora da CMJP
CCJ aprova criação de funções de diretor pedagógico e administrativo na gestão escolar municipal
Proposta sugere que cada unidade seja administrada por dupla de profissionais efetivos, com dedicação exclusiva
Presidente da CMJP recebe visita de promotores de Justiça e deputados estaduais
Autoridades conversaram sobre a importância da boa relação entre os poderes constituídos para alcançar melhorias para a qualidade de vida da população
Promotor de Justiça Leonardo Quintans recebe Medalha Cidade de João Pessoa

A homenagem, proposta pelo vereador Leo Bezerra (PSB), reuniu familiares e amigos no plenário da CMJP, na tarde desta quarta-feira (12)

CCJ aprecia 12 matérias em reunião realizada nesta terça-feira (11)
Parlamentares foram a favor da obrigatoriedade de atuação de psicólogos em escolas privadas de ensino infantil e fundamental